Não se esqueça de mudar de fornecedor de electricidade quando se desloca

Não se esqueça de mudar de fornecedor de electricidade quando se desloca


Apenas cerca de um domicílio em cada seis faz uso da oportunidade de mudar o fornecedor de eletricidade quando se deslocam. Com tarifas favoráveis, muitas vezes é possível economizar várias centenas de euros por ano.

Quase seis milhões de famílias se mudam na Alemanha a cada ano. Aqueles que mudam de local de residência geralmente também têm a opção de escolher um novo fornecedor de eletricidade e reduzir seus custos de energia. Deste ocasião, no entanto, apenas um em cada seis agregado familiar faz uso - mais de 80 por cento de todos os motores são fornecidos após a mudança de residência dos cuidados primários locais

alimentação da cuidados primários, muitas vezes desnecessariamente caro

realmente caro é quando diferente não diante. Ofertas no mercado informadas e o registro do novo ponto de consumo é negligenciado. Nesse caso, um contrato de compra de eletricidade é automaticamente concluído com a concessionária local, i. o agregado familiar é transferido para os cuidados básicos estatutários. Desvantagem: Estas tarifas estão frequentemente entre as ofertas mais caras no terreno. Os domicílios, que são fornecidos pelo fornecedor básico local na taxa básica, geralmente têm um potencial de economia de 20 a 25% na primeira mudança. Um modelo familiar de quatro membros com um consumo anual de 4.000 kWh de eletricidade pode economizar cerca de 200 a 250 euros no primeiro ano do contrato ao escolher uma tarifa de baixo custo. Famílias solteiras também se beneficiam de uma mudança de fornecedor. Em muitos casos, os custos podem ser reduzidos mesmo com um consumo de energia mais baixo em 100 € ou mais. Para contornar os serviços básicos caros no novo local de residência, os especialistas recomendam que recebam informações antecipadas de seis a oito semanas sobre as tarifas no local e registrem-se com o fornecedor da escolha. Se o prazo não puder ser atendido, por exemplo, porque o novo número do medidor ainda não é conhecido, a mudança de tarifa com a entrega da chave ou diretamente após a coleta é recomendada. Qualquer pessoa que deseje se registrar com o possível fornecedor a tempo para o próximo movimento precisa do número do medidor correspondente e da leitura do medidor. Por isso, é aconselhável verificar isso o mais cedo possível no senhorio, por exemplo, quando da assinatura do contrato.

Alterar Pode cada família ao mover o provedor?

Como regra geral, o movimento é através do provedor de idade como a resolução do contrato Condição ou o cliente é concedido um direito especial de rescisão. A maioria dos contratos de eletricidade contém as chamadas cláusulas de relocação que regulam o procedimento para aqueles que estão se mudando. Contratos nos quais os clientes não têm permissão para rescindir seu antigo provedor no caso de uma mudança são, no entanto, muito raros na prática. Importante: A terminação do próprio fornecedor de electricidade existente deve ser feita

Mover :. O que custa

Estas e muitas outras perguntas são respondidas no nosso radar preço sobre o assunto de mover

Umzugshelfer:?.? O que eles custam < nós respondemos

Estas e muitas outras questões no nosso radar preço sobre o assunto de suprimentos em movimento

Mover das empresas. o que custa

Estas e muitas outras perguntas são respondidas no radar preço sobre o tema da construção deslocalização das empresas

bicicleta derramado ?. : o que custa

Estas e muitas outras perguntas são respondidas no radar preço em torno do tema de bicicleta derramado

construir slides :. o que custa

Estas e muitas outras perguntas são respondidas no radar preço em torno do slide tema? build

construir swing. o que custa

estas e muitas outras perguntas são respondidas de construção no radar preço em torno do tema balanço

construir Sandkastenl :. o que custa

para responder a estas e muitas outras perguntas? nós rodamos no radar de preço para construir o sandbox do tópico.



Vídeo: ZEITGEIST: MOVING FORWARD | OFFICIAL RELEASE | 2011|

Compartilhar isso:


Comentários